segunda-feira, 31 de março de 2008

Semeando Asas na Comunidade

Em 2.008, o bairro Cidade Tiradentes, na zona leste da cidade de São Paulo, será um grande palco onde a comunidade e diversos grupos de teatro vão atuar juntos!
.
O projeto, elaborado pelo grupo Pombas Urbanas, promoverá apresentações de espetáculos teatrais em locais públicos do bairro, cursos de teatro para jovens, além de ótimas apresentações no Centro Cultural Arte em Construção durante todo o ano. O objetivo é que a comunidade tenha amplo acesso a espetáculos de rua e de palco, a teatro para adultos, jovens e crianças, conhecendo técnicas do fazer teatral e se preparando artisticamente para se expressar por meio do Teatro.
.
Com o patrocínio do Programa de Democratização Cultural Votorantim, o Pombas Urbanas pretende, em 2008, incentivar o gosto pela arte, com muito TEATRO, encontros, diálogos e novas perspectivas de crescimento humano num dos bairros mais marginalizados e populosos da cidade de São Paulo, o bairro Cidade Tiradentes, que está a 40 km do centro e tem mais de 300 mil habitantes.Jovens atores do bairro participarão da execução do projeto junto à equipe do Pombas Urbanas, ampliando ainda mais sua formação teatral e construindo uma sólida experiência sobre produção, comunicação, administração e gestão cultural.Por tudo isso, convidamos você a conhecer o projeto Semeando Asas na Comunidade que terá suas primeiras atividades neste mês de março!

Instituto Pombas Urbanas Endereço: Av. dos Metalúrgicos, 2100 - Cidade Tiradentes - CEP 08471-000Fone/Fax: (11) 6285-5699 - E-mail: contato@pombasurbanas.org.br Site: http://www.pombasurbanas.org.br/

quinta-feira, 27 de março de 2008

Fórum Mundial de Educação

BAIXADA FLUMINENSE E AS CIDADES EDUCADORAS
.
Durante os dias 27 a 30 de março, a Baixada Fluminense recebe o Fórum Mundial de Educação, a ser realizado na cidade de Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro, Brasil. A Baixada é composta por 13 cidades, que se unem a movimentos populares e entidades da sociedade civil para organizar o Encontro que mobilizará todos/as que buscam caminhos para uma educação de qualidade como direito universal.
.
"Educação Cidadã para uma Cidade Educadora", é o tema central a ser discutido pela terceira vez no fórum e pela segunda, na cidade anfitriã, que foi palco do FMENI em 2006. Esta edição do FME conta com duas novas Comissões no Comitê Organizador: a de Meio Ambiente e a de Esportes, complementando o trabalho das comissões já tradicionais: infra-estrutura, metodologia e temática, comunicação, finanças, cultura e FIJ - Fórum Infanto-Juvenil.
.
Estas novas comissões visam dar ênfase a características locais, por exemplo, por ser uma região que tem presença significativa de Mata Atlântica, além de pequenas nascentes de rios. A segunda nova comissão se justifica pela expressiva presença jovem na região e pela reconhecida importância que os educadores vêm dando às atividades esportivas no processo de aprendizagem e socialização. Com estimativa de público em 20 mil participantes, a Baixada promete uma diversificada programação cultural e esportiva.
.
OBJETIVO:
O principal objetivo do FMEBF, assim como nas edições anteriores, Porto Alegre, São Paulo, Nova Iguaçu (Brasil) Cartagena das Índias (Colômbia),Santiago (Chile), Caracas (Venezuela), Buenos Aires (Argentina), Córdoba (Espanha) e Alto Tietê (São Paulo/Brasil) é contribuir para elaboração da Plataforma Mundial da Educação. Independente de classe social, idade, raça, religião, partido, todos serão protagonistas expressando suas idéias. O meio ambiente será amplamente discutido através dos Encontros Integrados e da Conferência Nacional dos Coletivos Educadores Ambientais, que acontecerá simultaneamente ao Fórum.
.
A partir do tema "Educação Cidadã para uma Cidade Educadora", foram definidos os eixos temáticos que serão o mote de todas atividades: conferências, debates, palestras, autogestionadas e pôsteres, que serão apresentados durante os três dias do Fórum.
.
Eixos temáticos:
1. Educação, cultura e diversidade
2. Ética e cidadania em tempos de exclusão
3. Estado e sociedade na construção de políticas públicas
Integrados ao movimento, estarão acontecendo o Fórum Infanto-Juvenil, a Feira da Economia Solidária, Encontros do ProUni (RJ), Feiras, Conferência Livre de Juventude, entre outros.
.
ORIGEM DO FÓRUM NA BAIXADA
Em 2006, educadores da região propuseram ao Conselho Internacional a realização de outra edição temática. As secretarias Municipais de Educação regionais associadas aos movimentos sociais, sindicais, universidades, instituições de ensino e outros, desde então, vêm construindo coletivamente a edição e realizando ações de mobilização, tornando possível a realização do FME na Baixada Fluminense.
.
LOCAIS DE ATIVIDADES
As diversas atividades propostas pelo FMEBF serão realizadas na Universidade Estácio de Sá, no Sesc Nova Iguaçu e na Estação Bairro Escola.
.
ORGANIZADORES
O Fórum Mundial de Educação é organizado pelo Conselho Internacional, formado por 28 países, contando com uma Secretaria Executiva para todas as edições do movimento. Em cada uma delas, é formada uma Secretaria Executiva local e um Comitê Organizador. Na Baixada Fluminense, o Comitê Organizador é composto atualmente por cerca de 80 entidades e continua recebendo novas adesões.
.
CONFERENCISTAS
Foram convidados educadores e especialistas, no Brasil e exterior, dentre outros, estão: Alberto Sansano, Aléssio Surian, Agostinho dos Reis Monteiro, Ana Maria Prestes, Beatriz Soto, Guilhermo Willamson, Graça Bollman, João Viegas Fernandes, Lian Kane, Moacir Gadotti, Regine Tassi e Tânia Guerra.
.
INSCRIÇÕES e MAIS INFORMAÇÕES
www.forummundialeducacao.org
Secretaria Executiva: Telefones: (21) 2667-1174 / 1086
fmeni@forummundialeducacao.org;
Conselho Internacional, cifme@forummundialeducacao.org
Assessoria de Imprensa, comunicacao@forummundialeducacao.org
... ... ...
Ciranda:
Mande notícias do FME NI para ciranda@ciranda.netAcompanhe e publique: http://www.ciranda.net
.
Fonte:

terça-feira, 25 de março de 2008

CURSOS CTAV-NE

O Centro Técnico Audiovisual do Nordeste - CTAV-NE dá início ao processo de formação de profissionais do audiovisual da região.
.
A implantação do núcleo de produção audiovisual do Nordeste, com a instalação do CTAV-NE, veio atender não só às necessidades de equipamentos para a produção audiovisual da região, mas também contribuir com a qualificação dos profissionais locais através do seu eixo de formação. A partir de abril de 2008, o CTAV-NE realizará diversos cursos de capacitação e aperfeiçoamento necessários ao desenvolvimento da atividade cinematográfica na região. Os cursos serão gratuitos e facilitados por profissionais de diversas partes do país.
.
1- ASSISTÊNCIA DE CÂMERA 35mm (curso 1)
Facilitador: Hamilton Oliveira – BA
Hamilton Oliveira é um experiente diretor de fotografia com trajetória no cinema e na televisão, suas últimas realizações em longa foram os filmes "Esses Moços", de José Araripe, "Eu Me Lembro", de Edgard Navarro. Além de ter ministrado vários cursos e oficinas de formação na área.
.
O curso tem por objetivo qualificar como Assistentes de Câmera em 35 mm, profissionais que já atuem no mercado audiovisual regional, facilitando a realização de produções locais, que precisam trazer de fora esse profissional tão importante para a produção cinematográfica. O seu conteúdo programático vai desde n oções básicas de iluminação para cinema, a câmera de cinema, foco e movimentos de câmera até os procedimentos de filmagem.
Inscrição: 18 a 29 de Março de 2008
Resultado: 01 de abril de 2008
Realização do curso: 7 a 12 de Abril de 2008
Nº de Vagas: 15
.
2- CHEFE DE ELETRICISTA – LIGHTING GAFFER
Facilitador: Álvaro Brito - SP
Álvaro Brito é chefe de eletricista, iluminador, professor de iluminação do Senac SP e consultor técnico. No audiovisual trabalhou em diversos filmes, entre eles "Alice" de Chico Teixeira e "De Passagem" de Ricardo Elias.
.
O curso de chefe de eletricista vem preencher uma importante lacuna na formação desse profissional na região, que se encontra em desvantagem em relação à capacitação de outras funções. Estão previstas aulas práticas e teóricas com a utilização de equipamentos necessários no dia-dia dos melhores profissionais de elétrica no audiovisual da atualidade.
Inscrição: 31 de Março a 5 de Abril de 2008
Resultado: 8 de Abril de 2008
Realização do curso: 14 a 19 de Abril de 2008
Nº de Vagas: 10
.
3- DESENHO DE SOM – CAPTAÇÃO
Facilitador: Nicolas Hallet - Bélgica
Nicolas Hallet é diretor, roteirista e técnico de som, formado em Cinema e Vídeo na Academie de Beaux Arts de Bruxelles, na Bélgica. Ministra cursos de captação de som desde 1999 no Brasil. Já trabalhou em dezenas de filmes, dentre eles: "Pau Brasil", de Fernando Bélens; "KFZ 1348" de Gabriel Mascaro e Marcelo Pedroso, recebeu o prêmio de melhor som no Festival Cine Ceará de 2005 pelo áudio do filme "Entre Paredes", de Eric Laurence. O curso de Desenho de Som – Captação, tem como objetivo o aprimoramento dos profissionais de áudio da região e tratará de conteúdos que vão desde a arte da captação até noções de física do som e acústica, o processo de gravação e suas adversidades, a importância de um projeto sonoro e a passagem do analógico para o digital.
Inscrição: 21 a 26 de Abril de 2008
Resultado: 29 de Abril de 2008
Realização do curso: 5 a 10 de Maio de 2008
Nº de Vagas: 15
.
4- MONTAGEM
Facilitadora: Karen Harley – PE
Karen Harley é pernambucana radicada no Rio de Janeiro, realizadora e montadora de cinema. Montou, entre outros, os filmes: "Cinema, Aspirinas e Urubus", "Baixio das Bestas", "Janela da Alma", "Hercules 56" e a "A Festa da Menina Morta".
O curso busca aprofundar o conhecimento sobre montagem cinematográfica e analisar a sua importância para a construção da narrativa do filme. Serão dadas aulas teóricas, com apresentação de trechos de filmes para apreciação e análise e aulas práticas em programa de edição não linear, Final Cut Pro.
Inscrição: 21 a 26 de Abril de 2008
Resultado: 30 de Abril de 2008
Realização do curso: 5 a 9 de Maio de 2008
Nº de Vagas: 15
.
5- ASSISTÊNCIA DE CÂMERA 35mm (curso 2)
Facilitadora: Andréa Scansani – SC
Andréa Scansani é Diretora de Fotografia; Formada pela ECA/USP em Cinema e Vídeo com especialização em Fotografia Cinematográfica; Especialização em Cinematografia na Escola de Drama e Cinema de Budapeste, Hungria; mestranda no Instituto de Artes da UNICAMP, Docente do curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina; Ministrante do curso de assistência e operação de câmera desde 2000.
.
O segundo curso de Assistência de Câmera em 35 mm tem como proposta traçar uma visão completa das funções do assistente e operador de câmera relacionando-o com a equipe de fotografia, e tratará desde as noções básicas de fotografia e formação da imagem, passando pela instrumentalização técnica do equipamento a ser utilizado. E a parte prática: montagem e desmontagem da câmera e acessórios, testes filmados de estabilidade e paralaxe, pratica de movimentos e acompanhamento de foco, carregar e descarregar chassi, organizar o material sensível, organizar o equipamento para retirada e devolução na locadora e analisar os resultados dos testes.
Inscrição: 28 de Abril a 3 de Maio de 2008
Resultado: 6 de Maio de 2008
Realização do curso: 12 a 19 de Maio de 2008 - Nº de Vagas: 15
.
6- DESENHO DE SOM – FINALIZAÇÃO
Facilitador: Armando Torres
Armando Torres é sound designer e trabalhou em diversos filmes como: "Meu nome não é Johnny", "Tropa de Elite", "O Passado", "Cidade dos Homens", "Baixio das Bestas", "O ano que meus pais saíram de férias", "Cinema, aspirinas e urubus", "O cheiro do ralo", "Amarelo Manga", "Lavoura Arcaica", e em diversas obras para televisão, como a mini-série "A Pedra do Reino".
O curso será um básico de edição de som para cinema e televisão, destacando os itens:
Desenho de som para cinema, mixagem para cinema e televisão, diferenças entre mixar para cinema e mixar para televisão e os sistemas de exibição para cinema: Dolby Digital-Dolby Sr-Thx-Sdds e Digital Cine.
Inscrição: 30 de Junho a 5 de Julho de 2008
Resultado: 8 de Julho de 2008
Realização do curso: 14 a 18 de Julho de 2008
Nº de vagas: 15
.
7- CENOGRAFIA PARA CINEMA
Facilitador: Carlos Arthur Liuzzi- RJ
Carlos Arthur Liuzzi é arquiteto, fotógrafo, cenógrafo e diretor de arte com ampla formação acadêmica e experiência profissional. No cinema, fez a direção de arte de filmes como "Matou a família e foi ao cinema" de Neville de Almeida e "Lembranças do Futuro", de Ana Maria Magalhães. Na televisão fez a direção de arte do seriado "Mulher" e no Teatro a cenografia de "O Analista de Bagé", de Paulo César Pereio, só para citar alguns exemplos. O Curso de Cenografia para cinema irá tratar da formação da imagem moderna : arte- fotografia-cinema, cinema e realidade, cinema e teatro, arquitetura e cenografia, cenografia como força dramática, decupagem para um projeto cenográfico, mobiliário - iluminação e objetos de cena e a formação da equipe de cenografia. Além da execução de um projeto cenográfico para cinema, pondo em prática a matéria teórica comentada em sala.
Inscrição: 7 a 12 de Julho de 2008
Resultado:15 de Julho de 2008
Realização do curso: 21 de Julho a 2 de agosto de 2008
Nº de Vagas: 32
.
.
COMO SE INSCREVER:
Para se inscrever, os candidatos deverão enviar uma carta de intenções e seu currículo para ctavne@fundaj.gov.br,ctavne@gmail.com, os alunos serão selecionados pelos professores de cada curso e a divulgação será feita pelo site da Fundajwww.fundaj.gov.br. e pelo site da Fundarpe www.cultura.pe.gov.br ou www.fundarpe.pe.gov.br
.
EQUIPAMENTOS:
O CTAv-NE dispõe de uma câmera Aaton 35mm, uma câmera digital Sony HD, lentes, acessórios e uma ilha de edição HD com Final Cut. Os equipamentos podem ser utilizados gratuitamente por profissionais independentes, mediante inscrição de projeto educativo/cultural através do preenchimento de formulários disponíveis na página
www.fundaj.gov.br , ícone do CTAv-NE, e enviados para:
.
Fundação Joaquim Nabuco – CTAv NE
Rua Henrique Dias, 609 – Derby
Recife-PE 52010-100
Tel/fax.81 3073 6719 - 3073 6720
.
Os primeiros cursos são realizados pela Fundação Joaquim Nabuco – Diretoria de Cultura, com o patrocínio da FUNDARPE - Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, e a produção executiva da Associação Reviva . A itinerância dos mesmos cursos para outras capitais do Nordeste já está sendo negociada pela Fundação Joaquim Nabuco, através da Diretoria de Cultura em parceria com seus estados

terça-feira, 18 de março de 2008

3ª CINEOP

'Mostra de Cinema de Ouro Preto' se consolida como um fórum de discussões, reflexões e ações para a preservação, restauração e memória do patrimônio cinematográfico brasileiro.
.
As inscrições para a Mostra de Cinema de Ouro Preto (CINEOP) estão abertas até o dia 20 de abril. Sede do maior conjunto homogêneo da arquitetura barroca mundial, a cidade histórica, sob o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, abre as portas para mais uma mostra audiovisual que acontece entre os dias 12 e 17 de junho, com uma programação inteiramente gratuita.
.
Em sua terceira edição, a Mostra se consolida como um fórum priviliegiado de discussões, reflexões e ações para a preservação, restauração e memória do patrimônio cinematográfico brasileiro. Além de apresentar ao público o cinema nacional em longa, média, curta e vídeo, homenagens e retrospectivas, ações e projetos de restauro, história e educação, a CINEOP estabelece um contraponto com o cinema atual em pré-estréias nacionais.
.
A realização de oficinas culturais, seminários, debates e de sessões Cine-Escola para professores e estudantes reforçam ainda mais a importância cultural da mostra, que conta com o apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), do Ministério da Cultura.
.
A seleção dos filmes será feita por uma comissão nomeada pela direção do evento e o resultado comunicado pelo e-mail cadastrado na ficha de inscrição de cada participante. As inscrições podem ser feitas pela Internet, no site www.cineop.com.br, onde também é possível encontrar mais informações sobre o regulamento da mostra.
.
(Texto: Tatyana Vendramini, Comunicação Social/MinC)
(Fonte: Site da CINEOP)

quinta-feira, 13 de março de 2008

quinta-feira, 6 de março de 2008

Feira Livre - Feira Audiovisual do Rio

Após o reconhecimento institucional do cineclubismo em outubro de 2007, o direito a livre exibição pública de material audiovisual em atividades sem fins lucrativos tornou-se a questão mais importante para o movimento. Importantes nomes que lidam com o tema estarão presentes esclarecendo o conjunto das leis em vigor e a sua pertinência.

16h15 às 18h – Casa França-Brasil (auditório - 60 lugares)
Debate: Cineclubismo e Direitos Autorais
Mediação de Rodrigo Bouillet
Com José Vaz (Coordenação Geral de Direito Autoral vinculada à Secretaria de políticas Culturais do MinC), Leandro Mendonça (Advogado e membro da comissão de direito autoral e entretenimento da OAB/RJ) e Allan Rocha de Souza (Advogado, professor e pesquisador UNIFLU / UERJ).
.
E muito mais acontecerá nos ambientes da Feira, confira:
A Feira - espaço onde estarão dispostos os "stands" das empresas participantes como expositoras.
.
Rodada Livre - Rodadas de Negócios da Feira Livre - agenda de reunião entre produtores de conteúdo e potenciais compradores. Se você é produtor ou se tem um projeto que precisa de apoio, aqui você terá A oportunidade de apresentá-los a algumas das principais empresas brasileiras de produção e difusão audiovisual.
.
Auditório – onde rolarão os debates e palestras. Franca participação, lotação de 60 lugares.
.
Brechó Audiovisual - balcão para o público trocar equipamentos e materiais usados, cartazes, VHS/DVDs, livros, etc.
.
Cinema - Apresentações de produtos da Pinnacle e da Distribuidora Curta o Curta.
.
http://feiraudiovisual.com/feira_livre/

segunda-feira, 3 de março de 2008

Programação de Março do Centro Cultural da Juventude

Clique sobre a imagem para ampliá-la