quarta-feira, 29 de julho de 2009

Estado e Sociedade, Por Felipe Redó

O fato de receber verba pública tem menos a ver com “atrelamento ao governo” e diz muito mais sob o novo momento político e conjuntural que estamos vivendo, o qual os movimentos sociais deixam de ser apenas avesos ao governo para se tornarem mais propositivos nos rumos e construção de Brasil. A proposta de Reforma Universitária referendada em nosso último congresso, a qual teve a participação e ouvidos do Presidente Lula, são um bom exemplo do nosso novo protagonismo juvenil.

A UNE não recebeu verba somente desse governo, mas, em seus 72 anos a serviço do Brasil e de uma república democrática, dialogou com outros presidentes como o então Presidente João Goulart, quando realizou se a Caravana da UNE Volante, e o Presidente Getúlio Vargas, que em campanha da UNE pela entrada do Brasil na II Guerra Mundial contra o Eixo Nazi Fascista, doa a essa entidade estudantil sua sede que funcionará no endereço da Praia do Flamengo, nº132.

O fato do estudante e recém eleito Presidente da UNE no ultimo dia 19, Augusto Chagas, ser adjetivado como “estudante profissional” em matéria vinculada é desrespeitosa e superficial. Não há parâmetros para julgar o tempo de permanência de um estudante na universidade senão pelo seu desenvolvimento acadêmico, enriquecimento cultural e capital humano acumulado durante sua permanência.

No contexto da ordem mundial estabelecida hoje, onde tudo se dá na relação tempo x custo x benefício, resta nos pouco tempo durante nossa vida acadêmica para se pensar as formas organização e reivindicação coletivas, e onde participar do movimento estudantil é mais uma dimensão desse importante ambiente universitário.

Por fim não acredito na imparcialidade do jornalismo. Embora não convém a parcialidade como o assunto foi tratado nessa matéria, o que é bem diferente. Portanto, a quem interessa mostrar apenas uma interpretação dos acontecimentos?

Os motivos deixarei para cada um pensar. Mas as conseqüências poderia já pesar como o descrédito nas organizações coletivas e nossas instituições de representação como os movimentos sociais, a volta de opiniões e atitudes conservadoras em nosso País e a desconfiança mútua, a qual restaria pouco espaço para o pensar e o fazer estético e ético de nossas idéias e ideais – marcas indeléveis do movimento estudantil de ontem e de hoje também.

Rio de Janeiro, 23 de Julho de 2009.

-- Fellipe Redó CUCA da UNE/RJ

2 comentários:

  1. Marcela Rodrigues - PA30 de julho de 2009 06:30

    já diziam os filósofos populares
    "não se chuta cachorro morto"

    a UNE é nossa força, nossa voz!

    ResponderExcluir
  2. Sou universitário, e Jovem como a maioria de vocês integrantes da UNE .
    Até ai muito temos em comum, mas nada em comum temos na conotação política e social .
    Sempre fui Fã incondicional da UNE, e por muitas vezes a citava como grande exemplo de união e imparcialidade na busca do melhor de seus ideais e dos ideais para o Brasil.
    Infelizmente, hoje estamos vendo uma UNE comprometida com o governo Lula , onde o Governo Lula de forma sábia financia( Compra) a UNE para fazer com que esta instituição estudantil não se manifeste contra este governo Corrupto .
    Lamentável!!!!
    Que hoje estejamos vendo uma instituição que muito nos orgulhou sendo amordaçada por este governo.
    Fiquei também muito surpreso por saber que foi fácil e barato imobilizar qualquer movimento da UNE contra o Governo Lula.
    Hoje não usamos + a UNE como exemplo algum, porque esta instituição estar falida moralmente e sua voz não tem + força, presença e contundência para falar sobre moralidade na Política nacional.
    UNE é hoje uma instituição comprometida e parcial em suas opiniões a favor deste governo corrupto porque suas palavras tem limites e amordaça.
    Nós estamos em buscar de uma nova UNE, ou Melhor não terá o nome UNE claro que não porque UNE só existe uma , até porque UNE não é +exemplo de imparcialidade , seriedade e lula pela verdade , teremos uma união de jovens e estudantes que já + irá se comprometer com governo algum ,político algum .
    Nossa União fará o que a UNE fazia a 6 anos atrás, aquela UNE era nosso orgulho porque criticava qualquer governo sem medo de ser feliz.
    Seremos assim,iremos criticar quando for para criticar, iremos elogiar quando for para elogiar, e iremos para ruas com as caras pintadas quando for para ir as ruas.
    Mas tudo será sem compromisso algum com governo nenhum , não seremos vendáveis .
    Caros amigos da UNE,tenho que admitir, o Governo Lula foi inteligente porque soube de forma barata AMORDAÇAR vocês com muita facilidade.
    Quero ressaltar que não sou partidário a ninguém e muito menos a político algum.
    Não como, não bebo, e não durmo as custas de político e muito menos de governo nenhum.
    Tenho orgulho de dizer que não devo favores a político, partido e governo nenhum!!!
    Minha única obrigação é ser uma cidadão cumpridores de meus deveres com a lei e a sociedade , trabalhar para um país melhor e para o meu e bem estar de minha família.
    Este é o meu compromisso e desejar um Brasil +justo para todos .
    Cordialmente,
    Nikacio lemos
    23 anos Universitário

    ResponderExcluir